top of page
  • Foto do escritorRita Lança

Habitámos o tempo…


Em alternativa às habituais festividades de Halloween que se faziam escutar na cidade de Lagos, escolhemos celebrar esta noite de forma ritualizada, em ambiente comunitário, intimista e cálido.


Foi uma sessão vivida, com convites concretos, em que os participantes se entregaram à viagem proposta. O itinerário incluiu meditações invocativas, alusivas a práticas ancestrais pré-cristãs, oriundas dos povos celtas, da Península Ibérica, de imaginários indígenas da América Central e do Sul.

Ritual de Halloween

Habitámos o tempo encarnando rituais, integrados nas ciclicidades da Natureza, povoados por símbolos representativos dos elementos da Natureza, da paisagem humana e cultural algarvia, da transmutação que a morte/vida transportam.


Vestimo-nos da curiosidade, do mistério, da autenticidade, da arte para performar outras perspectivas acerca da morte dos que amamos e da nossa própria finitude.


Refletimos acerca das razões históricas que explicam o nosso afastamento, enquanto sociedade, do tema da vida/morte, dos rituais e de como reacendê-los, com estratégias concretas.


Cantámos, agradecemos e celebrámos a vida!


No final da sessão, o sentir do grupo era de paz, serenidade, liberdade, alegria, conexão e reencontro. Houve pessoas que juntaram novas peças aos puzzles dos seus lutos, dando-lhes mais cor e presença.


Outras houve que desmistificaram concepções ligadas à morte, que as atinham a sensações e emoções conotadas exclusivamente com tristeza. Experimentaram a alegria, a candura de se permitirem relacionar com os seus mortos queridos desde um novo lugar, onde a manifestação do regozijo, do riso revelam que a relação com aqueles que amamos é uma reconstrução constante, em que a transição da morte convida a novas configurações.

Nas belas palavras de António Barahona:



Recomeçar é verbo que conjugo

cada dia que morre e já não volta,

enquanto no horizonte houver crepúsculo

e, após alva noite, estrêla d’alva.



Para informação relativa a futuros eventos siga-nos em Casa Sakra.

Comments


bottom of page